quarta-feira, 15 de junho de 2016

Alguns amores simplesmente nunca se vão.
Eles permanecem de algum modo dentro da gente.
Eles reaparecem para cutucar lembranças que deveriam ser só lembranças e não saudades.
Mas o amor é isso. É saudade. É vontade de sentir o aperto do abraço, o calor da pele e o olhar nos olhos sem ser necessários troca de palavras.
O amor realmente é infinito quando é de verdade.