terça-feira, 29 de março de 2016

No momento em que você percebe que é possível ser feliz sozinho, você pode ser feliz acompanhado.
E não existe nada mais satisfatório do que se sentir completo na ausência do outro. Essa é a verdadeira completude e felicidade, porque ninguém poderá tira-las de você.

sábado, 26 de março de 2016

Não, não se sinta assim.
Eu não estou aqui.
Não se apaixone por mim, porque eu estou só de passagem.
Tenho data pra ir e vou.
Então não se apaixone, não me olhe nem se encante.
Eu estou em pleno vôo e não quero pousar.
Eu só tenho asas, não tenho mais pés.
Eu não vou ficar, não sei mais andar.

domingo, 20 de março de 2016

Sou raiz.
Terra firme e úmida.
Sou canto e silêncio.
Mas sou mundo.
Mil cantos e barulhos.
Sou daqui e sou de lá.
Meu conforto é ficar.
Mas se tiver de ir, estarei feliz por partir.

terça-feira, 8 de março de 2016

Hery:
"- E então eu me casei com a Irene. Ela era uma boa mulher, mas não era a Beth. E agora, 50 anos depois, eu tenho a chance de reencontra-la..."

Beth:
"- Meu marido foi um homem bom, generoso... Mas não era o Hery. Não existem outros Herys por aí. Eu achei que fosse encontrar outros iguais a ele, mas só existe um."
"Às vezes amar é a única coisa que resta. Apenas sinta."

sábado, 5 de março de 2016

Quando machuca a ponto de você não conseguir respirar. E você sobrevive mesmo assim, mesmo sem ar.

sexta-feira, 4 de março de 2016

Sabe aquele dia que eu sai andando sem rumo, chorando e sem saber o que fazer? Aquele dia há pouco mais de seis anos atrás em que eu decidi que seria o último. Você lembra? Naquele dia eu decidi que ia embora. E fui.
Aquele dia se repetiu hoje. E foi a última vez.
E se eu fosse embora amanhã, será que você teria algo a dizer?
E se eu fosse embora amanhã, será que você saberia?
Será que sobraria um tempo na sua agenda lotada pra se despedir?
E se eu fosse embora amanhã, será que você perceberia minha ausência?
Será que sentiria minha falta?
E se eu fosse embora amanhã, será que você choraria?
E se eu fosse embora amanhã, será que você pensaria?
E se eu fosse embora amanhã, será que você lembraria de cada detalhe?
E se eu fosse embora amanhã, será que seus dias continuariam iguais?
E se eu fosse embora amanhã, será que você perceberia que o futuro é agora?
Você notaria que na verdade não há tempo?
E se eu fosse embora amanhã, será que você também iria?
E se eu morresse amanhã?

quinta-feira, 3 de março de 2016

E um dia você acorda e se dá conta de que só existe uma única pessoa no mundo inteiro com quem você pode contar pra valer. Uma única pessoa que nunca vai te deixar. Uma pessoa que vai estar ao seu lado nos momentos de maior desespero ou sofrimento e não vai achar que isso é drama ou bobagem. Uma pessoa que nunca vai dar as costas enquanto você chora num banco de praça qualquer. A única pessoa que você realmente pode confiar. A pessoa que estará ao seu lado até o último segundo de vida. Aquela que não acha 50 anos muito tempo. A única pessoa que não vai embora quando as coisas vão de mal a pior. Uma pessoa que não vai desistir de você,  que vai te trazer de volta sempre que você quiser ir embora, sempre que a vida se tornar difícil demais pra sustentar. A pessoa que sempre estará lá quando você acordar, quando você dormir e quando você não conseguir fazer nada disso. Aquela pessoa que não vai te achar fresca por perder o apetite. Que pode até te julgar e dizer coisas ruins às vezes, mas que não deixa de te amar só por achar que você falhou mais uma vez. Aquela pessoa que vai entender quando você se calar e quando você quiser gritar também. Vai entender quando você estiver com medo demais e vai entender quando você achar que chegou a hora de ser corajosa. A pessoa que não vai achar você uma boba por não querer desistir de nada e nem fraca por estar cansada demais pra continuar. A pessoa que nunca, em hipótese alguma, irá te abandonar no momento em que você mais precisar. Ela não vai te abandonar nunca. Por que ela mora dentro de você. Ela é você. E não se pode exigir ou esperar que ninguém mais seja essa pessoa. Não seria justo.

quarta-feira, 2 de março de 2016

Sentido

Qual o sentido de olhar fotos todos os dias se pode olhar poros?
Qual o sentido de esperar a escrita todos os dias se pode ouvir a voz?
Qual o sentido de dar atenção num instante e no seguinte ser indiferente?
Qual o sentido de sentir saudade se pode ter por perto?
Qual o sentido de desistir se pode continuar?
Qual o sentido de não ser agora se será no futuro?
Qual o sentido de perder tanto tempo e ter plena consciência disso?
Qual o sentido de ter medo de perder o que já está sendo perdido?
Qual o sentido de não fazer nada para evitar?
Qual o sentido de amar à distância?
Qual o sentido de ter o amor da sua vida fora da sua vida?
E quando os remédios deixam de ser uma opção, pensar sobre o sentido de tudo pode ser uma boa idéia.

"So open up my eyes
Tell me I'm alive
This is never gonna go our way
If I'm gonna have to guess what's on your mind"