terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Eu tenho tantas perguntas.
E você nenhuma resposta.
Hoje eu voltei, mas você não.
Hoje eu sonhei.
Acordei e você não estava lá.
Por onde você anda?
O que tem feito?
O vazio do meu peito não se cansa de perguntar.
Mas você não responde.
Não ouço sua voz.
Só ouço seu silêncio.
Até quando?
Eu tenho tantas perguntas...

Nenhum comentário: