quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Quando você sai sem rumo
Quando a chuva te derrete
Quando o álcool te enobrece
Quando as consequências já não tem tanta importância
Dirigir sem destino
Beber sem porque
Rir por chorar
Ser sem você
Morrer por saber.

Nenhum comentário: