segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Você não entende. Eu ouço o tic-tac do relógio de pulso. Tenho medo do escuro. E eu não uso metáforas, eu não sou ambígua. É só isso. Sem mistério. Só Silêncio.

Um comentário:

David Parker disse...

Só o silêncio das palavras não ditas nas entrelinhas introspectivas de suas metamorfoses metafóricas.