sábado, 27 de dezembro de 2008

A coisa mais injusta na vida


­ A coisa mais injusta na vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás para frente. Nós deveríamos morrer primeiro e nos livrar logo disso. Daí viver num asilo até ser chutado para fora de lá por estar muito novo, ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha por 40 anos até ficar novo o bastante para poder aproveitar sua aposentadoria. Depois você curte tudo, mas tudo mesmo, bebe bastante álcool, faz várias festas e finalmente se prepara para faculdade. Daí você vai pro colégio, tem vários namorados, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, brinca o tempo todo, come bastante porcaria e é claro: não engorda! Grita, pula, corre, dança, se diverte e tem sempre comida na mesa, roupa passada e os papais pra comprar brinquedos. Depois se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando e termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?

Charles Chaplin (um pouco modificado)

2 comentários:

David Parker disse...

Magnífico! Que texto!!! Ótima escolha =D
P.S: estamos voltando a postar. haha... hallelujah!

lisiê disse...

seria ótimo, né?