sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Eu seguraria tuas mãos por toda a eternidade.
Olharia teus olhos pra sempre.
Tocaria teus lábios incessantemente.
Desejaria teu toque incansavelmente.
Amaria-te indefinidamente.
Faria-te feliz indeterminadamente.
Eu sonharia por toda a eternidade.

3 comentários:

David Parker disse...

Tem neguinhaaa meio apaixonadaa por aí, auhduahduahduda. Ou seria impressão minha??
Quem disse que para escrever poesia ou lê-las precisa estar in love, não é mesmo?!

Lisiê Farias disse...

quanto amor!

. disse...

quanto romance, uau!