sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Organização.

De repente tudo parecia estar no lugar. No lugar certo, perfeitamente organizado. Foi a primeira vez que se sentiu assim. E foi incrível. Não havia excessos e também não lhe faltava absolutamente nada. Estava completa. Livre e ao mesmo tempo totalmente aprisionada. Mas não de um jeito ruim. A prisão pode ser um abrigo extremamente reconfortante, e o seu maior desejo era permanecer naquele abrigo pelo resto de sua vida.
Ah... Se soubesse que seria assim, não teria perdido tanto tempo ocupada com a bagunça. Tão bonito. Tão certo. Tão inevitável a sua completa entrega à perfeição. Talvez ela tenha sido encantada. Tipo a Branca de Neve. Só que sem maçã, sem bruxa, sem um príncipe que a despertasse. E que bom que não há príncipe, porque ser levada desta insana arrumação é a ultima coisa que ela poderia querer.
Quando as coisas estão em seus devidos lugares, tudo se torna tão mais fácil. Foi fácil se reapaixonar pela, talvez, qüinquagésima vez.

segunda-feira, 13 de outubro de 2008


"Odeio o modo como fala comigo e como corta o cabelo. Odeio como dirigi o meu carro e odeio seu desmazelo. Odeio suas enormes botas de combate e como consegue ler minha mente. Eu odeio tanto isso em você que até me sinto doente. Odeio como está sempre certo e odeio quando você mente. Odeio quando me faz rir muito e ainda mais quando me faz chorar... Odeio quando não está por perto e o fato de não me ligar. Mas eu odeio principalmente não conseguir te odiar. Nem um pouco, nem mesmo por um segundo, nem mesmo só por te odiar"
10 things I hate about you.

Vazio.


Sem coração.
Sem criatividade.
Sem idéias.
Sem pensamentos.
Sem inspiração.
Sem o dia.
Sem a noite.
Sem 'o' sorriso.
Sem lágrimas.
Sem sentido.
Sem decisão.
Sem o que eu preciso.
Sem mim.
Sem você.
Sem a melhor parte de mim.