segunda-feira, 21 de julho de 2008

''— Ela disse: 'Estou com tanto medo...' E eu perguntei: 'Porquê?' Aí, ela respondeu: 'Porque estou me sentindo profundamente feliz, dr. Rasul. E uma felicidade assim é assustadora.' Voltei a perguntar por quê, e ela prosseguiu: 'Só permitem que alguém seja assim tão feliz se estão se preparando para lhe tirar algo', e eu disse: 'Agora, chega. Já basta dessas tolices'.''

(O caçador de pipas- pg 166)

2 comentários:

cyndy disse...

Olha... isso SEMPRE acontece comigo.. é muita coicidência.. ou sei lá se num eh paranóia mesmo.. do tipo pensar tanto que algo ruim tá pra acontecer.. que.. BUM! algo ruim acontece.. mas.. "depois da tempestade, a bonança", então vou viver desse jeito mesmo.. xD

lisiê. disse...

nossa
esse texto caiu como uma luva (bem assim lugar comum deja vu) pra mim agora! eu simplesmente estou sentindo exatamente isso daí que ela falou! ah mas não quero pensar no ruim porque, se vai acontecer, que me magoe depois, não agora.