domingo, 27 de julho de 2008

Devaneio.


Um dia qualquer. Um banquinho de jardim, à moda antiga. Eu e você. Perto, bem perto. Contemplando o pôr do sol. Ou o nascer, quem sabe. Nos perdendo nas nossas lembranças. Rindo das nossas próprias falas, nossas bobagens que mesmo depois de tanto tempo, continuam as mesmas. E depois dos risos, das lembranças, das bobagens, vamos simplesmente nos admirar. Ao longe, a nossa música vai começar a tocar. Vamos sorrir, nos beijar. Com as pontas dos dedos, vou sentir as linhas do seu rosto, e perceber que ele também continua o mesmo, o mesmo rosto lindo de anos atrás, o mesmo rosto lindo que me fez estar neste banquinho de jardim, em um dia qualquer. E como antes, seus olhos vão baixar, você vai dar um sorriso leve, meio sem graça e eu vou sentir tudo que senti quando nos beijamos pela primeira vez. Vou sorrir também. Vou sorrir pela certeza de que estarei com você até o fim e você estará comigo. Num impulso, segurarei de leve tuas mãos e te convidarei a dançar. A proximidade me fará sentir o seu perfume, a maciez da sua pele, dos seus lábios. E te sentir tão perto, ainda me provocará arrepios, ainda me fará tremer, ainda fará meu coração saltitar. E eu me reapaixonarei por você, como todas as outras inúmeras vezes. Nossos olhares vão se encontrar e você vai dizer que me ama, como sempre faz depois que nos beijamos. E permaneceremos assim, dançando mesmo depois do fim da música, até que o brilho da lua ou do sol nos desperte.

"This will be everlasting love, this will be the one I’ve waited for. This will be the first time anyone has loved me"

P.S.: Eu te amo e você, só você, sabe.

6 comentários:

Sabrina Sancler disse...

ahh q bom q vc gostou xD
ahh eu tbm adoro..usahsuah ;]
continue lendo^^

bjusss

lisiê. disse...

que saudade desse sentimento. :~

O Profeta disse...

é um encato o teu espaço...


Beijinho

Lexotan disse...

Um dia desses, um desses encontros casuais...

assisti P.S.: eu te amo ontem, enfim comentei por causa do final
=x

Menina do Rio disse...

Gostei deste devaneio...

Um beijo

O Profeta disse...

Fecham-se as janelas de poente
Acenderam-se os luzeiros no céu
A cidade desperta para o arraial
Uma noiva procura o perdido véu

Os acordes da Banda no Coreto
Uma tuba marca o compasso
O clarinete dança na calmaria
O Maestro solta gestos no espaço



Bom fim de semana



Mágico beijo